A Criação Do Meu Caminho Para A Felicidade

Fui convidada para escrever como guest blogger no blogue e site da minha querida amiga – Purpose & Path – um site sobre numerologia, energia e orientação de vida.

Aqui está a publicação deste mês:

 

path to happiness

Foto por: jnyemb
https://flic.kr/p/8A2ywC

Quando a minha melhor amiga me disse que ia despedir-se do seu trabalho estável num tempo de recessão económica para se tornar numeróloga pensei: “Estás louca???!!!. Então eu deixei o nosso país porque não encontrava trabalho e tu agora vais desistir do teu?” Como boa amiga, decidi pôr o negativismo de lado, partilhei algumas das minhas preocupações, e no final disse-lhe que sempre a apoiaria em qualquer decisão que tomasse. E contra todas as expectativas, numa economia frágil, e mostrando aos críticos que estavam enganados…Ela conseguiu! Criou um negócio de sucesso e acima de tudo estava uma pessoa e uma profissional mais feliz! E eu estava deliciada ao vê-la tão satisfeita e realizada!

Durante este processo de mudança ela tem conseguido “arrastar-me” com ela. Temos falado sobre a vida, a mudança, a felicidade e ela tem me ajudado a olhar para os números (e para a vida) de uma forma completamente nova. Tenho dado por mim a reconectar-me com o meu lado mais “espiritual”, mais consciente dos meus desejos e necessidades nesse tão procurado caminho para a felicidade.

Acompanhando o processo dela, dei por mim a querer irradiar a mesma felicidade que via na cara dela, a mesma que eu já havia tido.
Coincidência ou não, é neste mês, mês 5, mês de mudança que, depois de muita reflexão, discussão e procura interior, eu decidi seguir os meus instintos. Às vezes na vida é preciso fechar os olhos e saltar. Às vezes não se pode dar ouvidos aos críticos. Às vezes não se podem tomar decisões somente baseado no que é racional. Às vezes é preciso seguir o nosso coração. Como a minha querida amiga tantas vezes me disse: “se te faz feliz então é porque é o caminho certo.”

E é isso que estou a fazer neste momento.Desde que decidi deixar o meu emprego estável (o quão estável um contrato que acaba dentro de meses pode ser), estou a irradiar mais felicidade do que algum dia se poderia imaginar. Fechei os olhos e saltei. E agora estou feliz em casa, a aproveitar o tempo com a minha linda filha que está a florescer a olhos vistos. Posso voltar a estar com ela, tenho mais tempo para pensar em mim, mais tempo para voltar a fazer o que gosto (como escrever), estou a começar a aventurar-me em novas oportunidades de negócio, e, mais importante ainda, tenho tempo para parar. Posso parar, reavaliar as minhas prioridades e desenvolver um plano que eventualmente me trará mais perto do meu caminho da felicidade.

Muitos diriam: “mas isso podias fazer enquanto trabalhavas”. Mas será que se pode mesmo? Quando uma pessoa se sente presa é como estar no meio de um nevoeiro. Não se consegue ver o que está à nossa frente, apenas o presente. E fica-se ali, preso, a remediar, a viver o dia-a-dia, a tapar os buracos que precisam de ser remendados no momento. Agora sinto-me livre. Posso sonhar outra vez, posso planear outra vez, posso visualizar outros caminhos. O meu 5 está a permitir-me reiniciar e começar do zero.

Ainda é muito cedo para dizer para onde me leva este novo caminho. No entanto, simplesmente sei, simplesmente sinto e confio que tudo vai correr bem. Não estou simplesmente a tentar criar o meu caminho para a felicidade. Estou a ser feliz enquanto o construo.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s